A ganhar ou a perder: um ano de Sporting

Mário Lopes

 

«A ganhar ou a perder» é um livro que comemora a fidelidade. A fidelidade de um homem, Mário Lopes, a uma ideia: o Sporting Clube de Portugal. É precisamente dessa ideia romântica do clube desportivo que trata esta obra. Trinta crónicas que narram como ao longo de uma época desportiva, por mero acaso a de 2014/2015, essa relação é vivida e sentida pelo autor. Um ano de Sporting não é um livro de balanço de um ano desportivo, revisto à fria luz do facto consumado, da razão retrospectiva ou, pior, do triunfalismo eufórico. É, pelo contrário, uma sucessão de crónicas escritas a quente, jogo a jogo  em permanente encantamento com a incerteza do resultado e, acrescente-se, do futuro; seguro «de que glorificar as vitórias, esquecendo tudo o resto, na verdade, nada explica».

 

Sobre o autor:

 

Mário Lopes nasceu em 1977, em Coimbra. Com um período açoriano de intervalo, vivido em Ponta Delgada, chega a Lisboa aos dez anos. Algures no percurso, descobriu que existia o futebol e, precisamente ao mesmo tempo, que existia o Sporting. Adolesceu no subúrbio, em Santo António dos Cavaleiros. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade Nova de Lisboa. Crendo que os Beatles foram o maior acontecimento do século XX, começa a ganhar a vida como jornalista no então semanárioBlitz, período em que celebra a vitória do Sporting no campeonato, 18 anos depois. Entre 2003 e 2005, escreveu no Diário de Notícias. Chegou ao Público em 2005 e integra desde então a secção de Cultura do jornal e a equipa do suplemento Ípsilon. Partilha semanalmente com Joaquim Albergaria o programa «Dois Homens, um Disco», emitido pela Vodafone FM. Continua a defender que os Beatles foram o acontecimento do século XX. Por vezes, junta aos Beatles o nome de Otis Redding, de George Best ou de Pedro Barbosa, o melhor jogador que alguma vez viu pisar um relvado.

 

páginas: 160

ano: 2015

edição: 1.ª

preço: 12,90 €

isbn: 978-989-99403-1-4